Você é uma mãe ou um pai de sucesso???

 É comum, nos dias atuais, comemorarmos nossas conquistas pessoais e profissionais. Temos acompanhado a trajetória de sucesso de muitos homens e mulheres que se destacam em altos cargos de empresas públicas ou privadas. Entretanto, uma pergunta que por vezes fica em segundo plano refere-se ao sucesso da “carreira” paterna ou materna…

Hein??? Isso existe???

Bem, a carreira formalmente instituída não existe, porém, na prática ela acontece, por vezes, de forma tímida ou pouco reconhecida. Já parou para pensar nessa questão???

Muito mais do que comemorações e presentes no segundo domingo de maio ou de agosto, pais e mães competentes (entenda competência no sentido de ir além da dedicação comum) merecem, com certeza, desfrutar do sucesso da construção do futuro saudável, equilibrado e promissor de seus filhos.

Ser pai ou mãe, como todos sabemos, não é apenas gerar uma criança ou cuidar dela, amamentando-a, trocando suas fraldas, alimentando-a ou levando-a para a escola ou para o médico.

É, além dessas tarefas diárias, ter a responsabilidade de receber a “guarda” de um ser humano e transformá-lo em um cidadão digno, ético, responsável e consciente de seus deveres na sociedade.

Portanto, o homem ou a mulher que se candidata à “vaga” de pai ou mãe, deve estar ciente de suas responsabilidades e empenhar-se para o sucesso do desempenho dessa função, concorda???

Infelizmente, nem sempre observamos esse desempenho sendo positivo. Por vezes, percebemos que a paternidade ou maternidade contribui para o fracasso e não para o sucesso de alguns seres humanos.

Há pais e/ou mães que por omissão ou comodidade transformam seus filhos em futuros déspotas ou em seres humanos desqualificados para a vida. Tenho certeza que nesse momento você consegue lembrar de, pelo menos, um caso bem próximo a você que comprova essa afirmativa, não é verdade?

Quem nunca se deparou com aquela criança mal orientada que inferniza a vida dos colegas por meio de atos e palavras que ferem, que promovem a discórdia ou que destroem ambientes saudáveis?

Ou ainda, aquela criança sem limites que não foi preparada para ser contrariada e que ao menor sinal de frustração reage de maneira inadequada ou agressiva?

É claro que não podemos generalizar e encontramos, também, casos em que tudo foi feito com toda a dedicação e competência por parte dos pais e, infelizmente, devido à escolha equivocada dos filhos, os resultados tenderam ao fracasso. E nesse caso, não há como julgar ou condenar a atitude dos genitores.

Entretanto, a reflexão de hoje tem por objetivo lembrar a todos nós, mães e pais competentes (ou que pelo menos desejamos ser), que é possível sim obter muito sucesso no desempenho de nossas funções. Só que essa tarefa não é fácil… sendo necessário muita dedicação e comprometimento. E como cansa, não é mesmo???

Mas se isso realmente for prioridade em nossas vidas, não desistiremos. E se em nossos trabalhos, nos empenhamos a todo custo para obtermos aquela promoção almejada ou aquele cargo dos sonhos, deveremos nos empenhar para obter os melhores resultados com nossos filhos.

Cabe a nós a busca do conhecimento necessário e de ferramentas que possam auxiliar-nos para o aprimoramento de nosso desempenho, da mesma forma como fazemos em nossas funções profissionais, estudando e colocando em prática o que aprendemos.

Se você deseja buscar esse aprimoramento, recomendamos a leitura do livro: Transformando pardais em águias. Esse é o nosso guia prático para uma mudança qualitativa em nosso desempenho.

Para ter acesso ao livro, clique no link: Transformando Pardais em Águias

Um forte abraço e até a próxima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *