Sobre o futuro profissional de nossos filhos – Parte 2

 Na primeira parte do nosso post sobre o tema: “futuro profissional de nossos filhos”, compartilhamos algumas informações relevantes do livro de Pedro Mandelli, consultor na área de mudança organizacional e professor da Fundação Dom Cabral.

Dentre elas, Mandelli reforça a necessidade de mudança, palavra chave do mundo corporativo, o não “passar a mão na cabeça”, sair da zona de conforto e apresenta duas características fundamentais comuns aos melhores empregados e empresários: coragem e determinação.

Pois bem, agora eu te pergunto: o que você tem feito para desenvolver essas habilidades em sua criança? 

E se você acredita que ter coragem é se envolver numa briga de escola, é hora de rever seus conceitos e iniciar a reengenharia familiar que irá proporcionar a verdadeira mudança.

Pronto (a) para as dicas? Então, vamos lá…

1- Seja o exemplo positivo para seu filho – nada melhor que o exemplo para educar verdadeiramente nossas crianças. Se não deseja que seu (a) filho (a) apresente um comportamento negativo, verifique primeiro se você não age da mesma maneira. Em caso de resposta afirmativa, mude seu comportamento antes de exigir isso de sua criança;

2- Seja ético – uma postura ética deve ser desenvolvida em todas as áreas da sua vida: com seu cônjuge, com sua família, no seu trabalho, com o universo, no trânsito, no supermercado, no lazer, ou seja, em todos os momentos em que estiver se relacionando com outras pessoas;

3- Seja verdadeiro – não abra mão de seus valores morais, pois esses devem ser inegociáveis. Mantenha uma postura coerente com o que acredita ser um valor para você, independentemente de outras pessoas discordarem;

4- Não julgue – respeite a opinião alheia e não julgue o comportamento de outras pessoas, principalmente diante de seus filhos;

5- Se respeite – trabalhe a sua autoestima e não seja como um camaleão que age de acordo com a influência do ambiente. Mantenha-se seguro (a) do que deseja para você, sua família e seu futuro;

6- Tenha coragem – e ter coragem é encarar as dificuldades e estar disposto a assumir riscos para a mudança. Nada pior do que a acomodação, pois ela não levará você a lugar nenhum;

7- Persiga seus objetivos – Estabeleça metas para conquistar seus objetivos gradualmente. Seja para a compra de um imóvel, um carro, uma viagem, para cortar gastos ou iniciar uma atividade física. Se você desistir, estará demonstrando à sua criança que lutar não vale a pena e ela tenderá ao fracasso como você.

Essas são apenas algumas dicas que podemos lhe dar para iniciar sua “reengenharia familiar”. 

Quer conhecer outras? Deseja iniciar uma verdadeira transformação para um futuro melhor? Então, conheça o livro: Transformando Pardais em Águias. Lá você encontrará inúmeras dicas e ferramentas para desenvolver o potencial de suas crianças.

Acesse o link para adquirir: Transformando Pardais em Águias.

Beijos iluminados!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *