Como lidar com a chegada do (a) irmãozinho (a)?

 Olá! Tudo bem com você?

A chegada do (a) irmãozinho (a) tem sido motivo de preocupação para você? Sua criança apresenta dificuldade em lidar com a situação? Se esse for o seu caso, fique ligado nesse post, pois poderemos ajudar, com certeza.

É muito comum observarmos um comportamento de euforia inicial da criança com relação à notícia da chegada de um (a) irmãozinho (a). Inicialmente, ela aceita e se encanta com a possibilidade de ter alguém para brincar. Entretanto, a partir do momento em que ela começa a perceber algumas alterações em sua rotina e em sua relação com a mãe, essa notícia pode passar a incomodá-la.

Por vezes, após a alegria imediata, a criança pode desenvolver um comportamento de introspecção, insegurança e até mesmo de ciúmes. Nesse caso, o que fazer? Como resolver a situação?

Bem, primeiramente, é preciso conversar abertamente com a criança sobre todas as “surpresas” do caminho. E para que esse diálogo transcorra da melhor forma possível, seguem algumas dicas importantes:

  • inicie a conversa dizendo à criança o quanto ela é amada  e especial. E por ser especial, ela irá ganhar um presente, ou seja, um (a) irmãozinho (a) que será seu (a) amigo (a) e que irá brincar e se divertir muito com ela;
  • posteriormente, diga-lhe que o bebê está dentro da barriga da mamãe e que, como uma sementinha, irá crescer. Assim, a barriga da mamãe também irá crescer para dar espaço à criança;
  • deixe claro que se a barriga irá crescer, não será mais possível dar o mesmo colo que antes era dado, porém, diga-lhe que todas as vezes que ela desejar o seu colo, o papai ou outra pessoa da família poderá ajudar;
  • redobre os esforços quanto à necessidade de maior atenção à sua criança nessa fase. É natural que ela comece a desenvolver comportamentos inadequados para chamar a sua atenção. Quando isso acontecer, abrace-a e tente fazê-la entender que você estará sempre ao seu lado. É importante que a criança se sinta segura;
  • por ocasião do chá do bebê, tente planejar algo para a criança também. Pode ser lembrancinhas, guloseimas, um bolo com seu nome ou algo parecido para inseri-la no contexto da comemoração;
  • divida com ela a alegria de escolher móveis e decorações para o quarto do bebê e leve-a para as compras das roupinhas. Essa participação será muito importante para ela;
  • quando o bebê chegar, deixe que ela se aproxime e demonstre o seu afeto. Deixe, também que ela contribua de alguma forma na rotina do recém-nascido, pegando uma fraldinha, uma manta para proteger o bebê ou até mesmo escolhendo uma música de ninar para embalar o soninho do (a) irmãozinho (a). Assim, sua criança se sentirá feliz por contribuir e participar da proteção ao bebê; e
  • deixe que ela brinque com suas fotos de recém-nascido também e mostre-lhe o quanto ela se parece com o (a) irmãozinho (a).

Essas são dicas preciosas para que a recepção do bebê seja rica de afeto, harmonia e aceitação.

E se você deseja provocar uma emoção ainda maior, aproveite a oportunidade e dê a ela um grande presente, ou seja, uma mensagem personalizada da fada madrinha Clara desenvolvida especialmente para esse momento.

Para promover esse encantamento, acesse o nosso produto: Chegada do irmãozinho e Chegada da irmãzinha

Beijos iluminados e até a próxima!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *