Como educamos nossas meninas???

Olá! Tudo bem com você?

No nosso último post, tratamos da educação dos meninos. Hoje o foco será as meninas.

Você é mãe ou pai de menina? Então, esse post é pra você…

Quando estamos “grávidos” de menina, parece que o mundo realmente fica cor de rosa. Tudo é pensado de forma delicada porque acreditamos que a delicadeza é inerente à alma feminina, não é mesmo?

Nos primeiros meses e anos de vida, nos esmeramos em cuidados e proteções por vezes exageradas porque precisamos cuidar da nossa “menininha”.

A mãe, vê sua menina como uma “bonequinha” e o pai como uma “princesinha”. Se a menina chora é porque é sensível, se faz birra tem personalidade, certo?

Bem, geralmente, é isso o que temos visto acontecer. E, na maioria das vezes, repetimos esses padrões sem percebermos o mal que fazemos à nossas futuras mulheres.

E como será isso ? Estamos preparando nossas meninas para o futuro???

Vamos fazer um rápido teste como fizemos com os meninos? Então, seja sincero (a) ao responder as perguntas abaixo:

1- Minha filha sabe lidar com os seus erros e fracassos ou se fragiliza quando é questionada sobre seu comportamento ?

2- Minha filha é incentivada a desenvolver um raciocínio lógico e investigativo ou é desestimulada a esse comportamento por se tratar de um assunto destinado a meninos?

3- Minha filha é orientada adequadamente com relação aos assuntos de caráter sexual ou eu desconverso quando ela tem alguma dúvida sobre o tema porque isso é assunto para meninos?

4- Minha filha é incentivada a desenvolver uma autoestima elevada ou se sente inferior com relação a outras meninas?

5- Minha filha é educada para agir de forma sensata com relação às finanças ou é incentivada ao consumo e ao gasto com supérfluos?

Bem, se você respondeu sim a mais de duas perguntas, é hora de refletir e mudar de atitude.

Sim, porque um dia sua princesa crescerá e talvez não esteja preparada para assumir as responsabilidades da vida. E a vida cobra… Em breve ela terá que decidir sobre seus relacionamentos, amizades, profissão, casamento, filhos, etc…

Então, aproveite para corrigir possíveis equívocos e superar algumas crenças limitantes que ainda lhe impedem de melhor orientar a sua menina.

E se você está em dúvida sobre como iniciar essa jornada, conheça nosso livro: Transformando Pardais em Águias. Lá você terá acesso à inúmeras ferramentas para conduzir sua menina à essa transformação. Não deixe de conferir.

Gostou do post? Compartilhe e ajude outras pessoas a transformarem o futuro de suas meninas.

Beijos iluminados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *