Você desrespeita seu filho?

Olá! Tudo bem com você?

Já falamos em posts anteriores sobre a questão do respeito dos filhos em relação aos pais. Hoje vamos refletir de forma um pouco diferente, afinal, respeito é uma "via de mão dupla", não é mesmo?

E se queremos ser respeitados, também devemos respeitar nossos filhos como seres humanos que são.

Mas se você não está entendendo bem o objetivo desse post, nós explicamos.

Você provavelmente já se viu numa situação em que seu filho tenha feito algo errado ou tenha demonstrado um comportamento inadequado na presença de estranhos ou de pessoas que não são da família, certo?

Nesse momento, qual foi a sua atitude? Você certamente chamou atenção de sua criança, pois esse é o papel que toda boa mãe ou bom pai deve exercer, ok? E não há nada de errado nisso... Porém, existem duas possibilidades para se resolver essa situação: uma inadequada e outra adequada. Vamos conhecê-las?

Bem, a primeira situação, a qual ch...

Ler mais

Birra: como resolver

Olá! Tudo bem com você?

Hoje é dia de comemoração aqui no nosso blog. Estamos iniciando um canal novinho em folha, só pra esclarecer as suas dúvidas. O nome do canal é Coração de Mãe e ele traz soluções para resolver aqueles problemas do dia a dia que acabam sempre nos preocupando.

Se você é mãe, pai, avó, avô, professor da educação infantil, esse espaço é sob medida pra você. Então, aproveite e confira o vídeo sobre as duas habilidades que você precisa desenvolver para acabar com a birra.

É só clicar no vídeo abaixo. E não se esqueça de se inscrever no canal!

https://www.youtube.com/watch?v=D5wCuLaqbYc&feature=youtu.be

Beijos iluminados!

Ler mais

A importância da afetividade na educação infantil

Olá! Tudo bem com você?

Hoje abordaremos um tema específico da educação infantil. Se você é professor (a) ou coordenador (a) pedagógico (a) dessa fase, esse post é pra você.

Se você é mãe/pai de crianças que estão na educação infantil, fique atento às dicas que daremos sobre a importante relação entre professor e aluno nessa fase da infância.

Inicialmente, gostaríamos de esclarecer (se é que ainda existe alguma dúvida sobre isso) que a educação infantil não serve apenas para socializar. Os estudos apontam que quanto mais cedo você estimular a capacidade cognitiva de sua criança, melhor será o seu processo de desenvolvimento integral.

Assim, é importante que consideremos alguns aspectos essenciais para que esse desenvolvimento integral seja conduzido de forma qualitativa e, nesse caso, a afetividade é o grande diferencial.

Mas por quê?

Conforme esclarecem A. L. Oliveira & S. F. Cruz (2019), "a relação professor/aluno está ...

Ler mais

Pais que constroem

Olá! Tudo bem com você?

No nosso último post, falamos sobre os pais que destroem a autoestima dos filhos. Se você perdeu esse tema, dê uma paradinha e leia antes de prosseguir.

Hoje trataremos da melhor parte, ou seja, dos pais que com atitudes positivas ajudam seus filhos a construir uma autoestima equilibrada que os farão adultos éticos e saudáveis.

Existem diversos tipos de comportamento positivos que os pais podem ter, entretanto, escolheremos 3 para tratar aqui, especificamente. São eles, os pais presentes, dialogadores, orientadores e os persistentes. Vamos conhecê-los?

  1. Pais/mães presentes: são aqueles que efetivamente estão presentes na vida de seus filhos, ainda que distantes fisicamente. São os que acompanham a vida escolar, conhecem os amigos da escola e também os pais desses amigos, estão atentos ao conteúdo que os filhos assistem na internet ou na TV, colocam os filhos para dormir, dão um beijo de boa noite e, quando estão distantes d...
Ler mais

Pais e mães que destroem

Olá! Tudo bem com você?

Nosso tema de hoje abordará alguns tipos de comportamentos que determinados pais/mães adotam e que trazem vários prejuízos para a construção do caráter e da autoestima de seus filhos.

Parece inacreditável, mas alguns comportamentos, ainda que inconscientes, são tão destrutivos para a infância, que nunca deveriam ser vivenciados. Vamos conhecer alguns?

Existem inúmeros comportamentos tóxicos e destrutivos cometidos (mesmo sem intenção) pelos pais, porém, para não nos alongarmos muito, escolheremos 4 deles:

1- Pais/mães do abandono: são aqueles conhecidos como ausentes, entretanto, não se trata apenas da ausência física. A pior ausência é o abandono emocional, ou seja, a indiferença, o descaso. Quem abandona emocionalmente a sua criança, terá no futuro que conviver com um adulto possivelmente depressivo, introvertido, com autoestima baixa e tendência ao suicídio.

2- Pais/mães severamente críticos: são aque...

Ler mais

Pare de dizer que sua criança é terrível

Olá! Tudo bem com você?

Você tem uma criança difícil e costuma dizer a todos que ela é terrível?

Se sua resposta foi sim, é melhor você parar de fazer isso imediatamente. Quer saber o motivo? Então, vamos lá...

Inicialmente, gostaríamos de ressaltar que para a criança, a referência sobre o que seja verdadeiro ou falso é sempre o que os pais dizem ou pensam.

E se os pais dizem que ela é terrível, ela certamente acreditará nisso e irá reforçar essa ideia por meio de mais comportamentos inadequados.

Assim, se a criança “apronta” , os pais dizem que ela apronta mesmo e ela se sentirá na obrigação de repetir o mau comportamento, entende? É um ciclo vicioso.

Esse comportamento dos pais não resolve o problema e só piora a situação porque a criança se sentirá "rotulada" com o título de "terrível" ou "danada" e isso será desastroso para ela, pois reforçará o comportamento negativo.

Então, o que fazer?

Nunca, nunca m...

Ler mais