As regras da boa viagem

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é Criança-e-avião.jpg

Olá!!!! Tudo bem com você?

Ano novo… vida nova… casa cheia de crianças… férias programadas… e… viagens. Parece familiar?

Não está entendendo? Já explico rsrs

Vai viajar de transporte coletivo ou particular??? Se você prefere a primeira opção e se já comprou as passagens de ônibus ou de avião, é necessário que esteja preparado (a) para treinar as boas maneiras das crianças…

E se você ainda está em dúvida, sejamos mais específicos… Já viajou ao lado daquela criança que não sabe se comportar? Aquela que fala alto e que incomoda todos os outros passageiros? Aaaaahhh, agora você já deve estar entendendo, não é?

Então, se esse é o caso da sua criança, preste atenção em nossas dicas para que tudo seja resolvido antes da viagem e que o percurso seja tranquilo e agradável para todos. Vamos lá?

Pois bem, se você já está prestes a arrumar as malas, fique atento (a) para as nossas orientações sobre as regras de conduta da viagem com crianças!!!

1- Converse com sua criança dias antes da viagem. Diga-lhe qual será o meio de transporte utilizado e tente explicar-lhe quanto tempo levará para completar o percurso. Lembre-se de usar alguma referência para que a criança entenda a noção de tempo aproximada, por exemplo, quantos desenhos preferidos ela conseguirá assistir durante a viagem ou se levará parte do dia ou uma tarde/noite;

2- Explique à ela quais são as regras de boa conduta utilizadas no transporte coletivo, tais como: tom de voz adequado para falar, tranquilidade nos movimentos ao passar pelos corredores ou passageiros, utilização de fones de ouvido, etc;

3- Quanto ao tom adequado de voz, treine com ela algumas vezes em casa mesmo. Recomendamos que você aproveite para brincar de como falar no avião, por exemplo. A criança deverá perceber a diferença na altura do som de sua voz para que saiba identificar quando está falando alto demais;

4- Choros e pirraças não serão permitidos, a não ser que sua criança tenha menos de 2 anos, o que é mais difícil de controlar. Nesse caso, certifique-se de que a criança está bem de saúde, não apresenta febre, náuseas, dores de barriga ou outros sintomas físicos. Se for preciso, dê uma passadinha no pediatra antes da viagem e certifique-se que está tudo bem;

5- Se sua criança apresenta alguma alteração de saúde, verifique com o pediatra a possibilidade de oferecer-lhe algum medicamento que proporcione o seu relaxamento durante o percurso;

6- Tenha sempre à mão uma boa dose de recursos alternativos para a distração infantil. Pode ser um tablet, um celular, um jogo eletrônico, um livro, um gibi, um brinquedo ou algo que mantenha a criança feliz e entretida;

7- Se sua criança estiver usando o fone de ouvido, não permita que ela fale com você sem retirá-lo, pois certamente ela não perceberá a altura do som de sua voz e, consequentemente, irá incomodar aos passageiros; e

8- Caso a viagem seja longa, certifique-se de levar algumas guloseimas e água, é claro. Nesse caso, ressaltamos a necessidade de evitar produtos com uso excessivo de açúcar e corantes.

E então? Gostou das dicas? Se gostou, compartilhe. Nada pior do que uma criança sem limites incomodando a todos por falta de orientação familiar, não é verdade?

Vale lembrar que o nosso direito termina quando inicia-se o do vizinho, certo?

Boas férias, boa viagem e divirta-se!!!

Beijos iluminados!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *