Amizade dependente é saudável?

Olá! Tudo bem com você?

O nosso tema de hoje é dedicado àquelas famílias que incentivam a “amizade dependente” de suas crianças. Se você não sabe do que se trata, já esclarecemos.

É muito comum que nossos filhos tenham vários amigos na escola, na academia, no clube e isso é muito positivo para desenvolver as relações interpessoais. Porém, às vezes ocorre da criança desenvolver certa dependência por uma única amizade. Será que isso é saudável?

Bem, se sua criança demonstra maior afinidade com uma única criança e a elege como melhor amigo (a), isso é perfeitamente normal e compreensível. Quem não deseja ter um melhor amigo, leal, confiável e que esteja pronto para ser aquele ombro forte nas horas difíceis, não é mesmo?

Entretanto, fique atento(a) se sua criança desenvolver uma amizade “exclusivista”, que causa dependência. Essa situação não é saudável e pode afetar até mesmo a autoestima de seu (a) filho (a).

E como identificamos se uma amizade é exclusivista e dependente? Se você tem dúvidas com relação aos sinais, seguem algumas dicas para identificar. Fique atento quando sua criança demonstrar os seguintes comportamentos:

  • só faz o que o (a) amigo (a) faz ou manda;
  • só deseja ir aos compromissos sociais em que o (a) amigo (a) esteja:
  • chora quando o (a) amigo (a) não está por perto;
  • se recusa a ficar na sala de aula sem o (a) amigo (a);
  • não aceita conversar ou brincar com outra criança

Se você perceber que a relação entre seu (a) filho (a) e o (a) amigo (a) está se tornando invasiva e dependente, o ideal é conversar com sua criança e dizer à ela que podemos ser felizes sendo amigos também de outras pessoas e que seria bom que ela tivesse a chance de conviver com outros amigos. Dê a ela exemplos das suas próprias amizades e como elas lhe fazem bem.

Leve-a para conhecer e conviver com outras crianças em diferentes ambientes e situações. E diga-lhe que ela poderá eleger um (a) novo (a) amigo (a) em cada ambiente que frequenta. E que não precisa abrir mão de sua melhor amizade, mas pode fazer outras.

Lembre-se sempre de que dependência emocional nunca é salutar.

Ficamos por aqui. Beijos iluminados!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *